Coronavírus: como ter boas práticas de higiene em seu estabelecimento

July 16, 2020

 

 

Com a pandemia do novo coronavírus, os negócios de alimentação tiveram que redobrar as boas práticas de higiene. Mesmo entidades afirmando que não há evidências de transmissão por alimentos, a segurança dos colaboradores e clientes deve ser um ponto de atenção, para evitar a disseminação do vírus. 

 

Em boa parte do país, bares, restaurantes e lanchonetes estão retornando às atividades, com uma série de restrições recomendadas pelo Ministério da Saúde. 

Por esse motivo, reunimos neste artigo algumas dicas de como ter boas práticas de higiene em seu estabelecimento para evitar o coronavírus.

 

Evite o contato físico entre funcionários e clientes

Apesar de difícil, o distanciamento social deve ser feito no ambiente de trabalho. Portanto, é importante evitar o contato físico entre os funcionários e manter uma distância significativa. O uso de máscara também é obrigatório.

 

No atendimento ao cliente, as mesmas práticas devem ser realizadas. Nesse caso, procure orientar e usar placas informativas sobre a necessidade da máscara e do distanciamento.

 

Limpe as superfícies com álcool 70%

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus sobrevive nas superfícies por dias e horas. Por essa razão, é essencial a limpeza contínua de superfícies e objetos com álcool 70% ou solução clorada (desinfetantes, água sanitária e outros produtos similares).

 

Nesse caso, limpe o chão, mesas, balcões e bancadas, assim como os objetos mais utilizados, como maçanetas de portas, máquina de cartão, telefones, bandejas de comida, torneiras e descarga de banheiro.

De acordo com a Universidade da Califórnia, o coronavírus tem um tempo de sobrevivência em cada superfície, por exemplo:

  • Aço inoxidável: 72 horas

  • Plástico: 72 horas

  • Papelão: 24h

  • Cobre: 4h

  • Aerossolizada/Poeiras - até 2h30

Conscientize os funcionários sobre higiene pessoal

Além de todos esses cuidados externos, é importante conscientizar os funcionários sobre a higiene pessoal. Se puder, dedique alguns minutos do dia para repassar as orientações das autoridades sanitárias sobre os meios de prevenção.

 

Por exemplo: oriente os funcionários a lavarem a mão com água e sabão ou com álcool 70% após manusear notas, moedas e cartões de crédito. 

 

Disponibilize um produto para cada colaborador durante o serviço.

 

Além disso, lembre-os sobre o uso da máscara, tanto no ambiente de preparo dos alimentos quanto no atendimento ao cliente.

 

Redobre a segurança alimentar

A segurança alimentar já é um pilar fundamental na alimentação fora do lar. Contudo, nesse momento, é fundamental redobrar os cuidados.

 

Por essa razão, mantenha os equipamentos e utensílios sempre bem higienizados.

Além disso, preocupe-se em manter a cozinha bem ventilada. O vírus gosta de ambientes fechados e sem circulação de novos ares.

 

Mais cuidados com o delivery

Embora tenha crescido nessa pandemia, o delivery também deve seguir as recomendações de higiene.

 

Sem contar que o cuidado deve ser ainda maior, uma vez que os clientes estão confinados com medo de comer fora de casa.

 

Portanto, reforce os cuidados com as embalagens e verifique se os entregadores estão seguindo as medidas preventivas.

 

Gostou do artigo? A Engefood possui diversas soluções para o seu negócio. Com os seus equipamentos, é possível diminuir o número de funcionários e manter a mesma qualidade dos pratos, aumentar a produção por meio da cadeia fria e reduzir custos nesse momento tão desafiador. Fale com um consultor agora mesmo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Dica de filme: Gosto se discute

October 22, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags