Como se preparar para a reabertura do seu restaurante com segurança?

July 30, 2020

 

 

Com a flexibilização em alguns lugares do Brasil, os restaurantes estão, gradualmente, retomando as atividades. O processo lento se deve à adaptação ao “novo normal”, que estabelece uma série de recomendações sanitárias para evitar a contaminação do novo coronavírus. Afinal, como se preparar para a reabertura do restaurante? 

 

Átila Caparroz, gerente de pesquisa e desenvolvimento Engefood, e Karla Martins, nutricionista especialista em vigilância sanitária, conversaram nesta semana sobre como retomar as atividades com segurança. Além disso, neste artigo reunimos as principais dicas de como aplicar as recomendações e cuidados para uma reabertura segura.

 

Treinamento de funcionários

Em um momento de reabertura em que praticamente tudo mudou, o treinamento de funcionários torna-se indispensável para uma reabertura segura.

 

Afinal de contas, pesquisas indicam que locais como restaurantes ainda são vistos pela população como um ambiente de alto risco de transmissão do vírus.

 

Dessa forma, com o treinamento adequado, além de proteger os próprios colaboradores, o restaurante mostra aos seus clientes que está seguindo as recomendações sanitárias.

 

Mais atenção no lado externo

A segurança alimentar é um dos principais pilares de uma cozinha profissional. Portanto, antes da pandemia as atenções estavam necessariamente dentro da cozinha: higienização, manipulação correta dos alimentos, conservação e refrigeração.

 

No entanto, com a pandemia, os restaurantes precisam redobrar a atenção no lado interno para proteger a saúde do colaborador e dar atenção especial para o lado externo, de modo que os clientes sigam as boas práticas de higiene e distanciamento.

 

“O mais importante para todos os estabelecimentos que estão voltando é mostrar para o cliente o que está sendo feito. Estabelecer regras para o consumidor final que está lá dentro”, orientou Karla Martins.

Martins também sugeriu fixar avisos na porta sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras, quantidade de pessoas e o distanciamento social. Para o distanciamento, ela recomendou o planejamento de layout para que os clientes sejam servidos sentados. “As pessoas que estão de pé, na verdade, estão fora do layout planejado”, complementou.

 

Cuidados com o ambiente e os utensílios

Outro modo de se preparar para a reabertura do seu restaurante com segurança é tendo cuidados com o ambiente e os utensílios.

 

No caso do ambiente, a ventilação natural é fundamental para evitar a contaminação pelo coronavírus.

 

Além disso, como já mencionado, pensar no layout a fim de promover o distanciamento necessário entre as mesas e a fila.

 

Quanto aos utensílios, alguns estados, como o Rio de Janeiro, recomendam que serviços de buffet, por exemplo, destinem um funcionário para servir os clientes.

 

Atila Caparroz ressaltou, também, que o cardápio é uma das formas de transmissão da doença. Como solução, ele sugeriu que o restaurante envie a lista de opções de pratos para o WhatsApp do cliente. 

 

“Basta pedir o nome e o cliente na hora da entrada e, em seguida, enviar o cardápio digital”, sugeriu.

 

Trabalho em meio às incertezas

Com a pandemia do coronavírus, os restaurantes retomam em meio às incertezas. Por esse motivo, a melhor opção para evitar o desperdício e prejuízo é apostar na cozinha 4.0.

 

“A gente aconselha fazer planejamento usando a tecnologia. Temos aí o Cook and Chill, que possibilita testar a produção. O Cook Freeze me permite trabalhar com produtos congelados de qualidade. Dessa forma, você consegue diminuir o desperdício e controlar a produção”, orientou o gerente de pesquisa e desenvolvimento da Engefood.

 

A Engefood possui uma série de produtos que atendem às necessidades de cozinhas profissionais, como:

Assista à live completa.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque